Translate

domingo, 23 de abril de 2017

Aos 70 anos morre Jair Alves de Sousa, o Jerry Adriani

Jerry Adriani, nome artístico de Jair Alves de Sousa (São Paulo, 29 de janeiro de 1947 – Rio de Janeiro, 23 de abril de 2017), foi um cantor e ator brasileiro. 

Iniciou sua carreira na TV Tupi de São Paulo, como vocalista do conjunto Os Rebeldes. 

Diagnosticado com câncer no início do mês, veio a falecer hoje.

Em tratamento contra o câncer, ele também havia sido internado recentemente após sofrer uma trombose. Sua morte se deu às 15h30 deste domingo (23), aos 70 anos, no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste.

Uma de suas últimas aparições na TV foi no programa "Sem Censura", da TV Brasil, confira:





O Toque de Alvorada para São Jorge


Tensão entre EUA e Coréia do Norte pode subir


EUA estuda implantar programa análogo ao Bolsa Família


sábado, 22 de abril de 2017

22 de Abril de 1500: Data oficial da chegada ao Brasil da armada de Pedro Álvares Cabral

Pedro Álvares Cabral é o navegador português, a quem é atribuída a "descoberta"/achamento do Brasil, nasceu em Belmonte, em 1467 ou 1468, filho do alcaide-mor daquela localidade. Com cerca de 10 anos foi para a corte e, uns anos mais tarde, viria a casar-se com uma sobrinha de Afonso de Albuquerque. 

Desembarque de Pedro Álvares Cabral em Porto Seguro - Oscar Pereira da Silva

Sabe-se que D. João II lhe concedeu uma tença, embora se ignorem os motivos.Depois do regresso de Vasco da Gama da Índia, em 1499, Pedro Álvares Cabral foi nomeado comandante de uma frota de treze navios que partiram em Março de 1500 com destino à Índia. 

Pedro Álvares Cabral
aos 32 ou 33 anos (c. Séc. XX)
Seguiu a rota indicada por Vasco da Gama, mas ao passar por Cabo Verde sofreu um desvio maior para sudoeste, atingindo, a 22 de Abril de 1500, a costa brasileira. 

Mandou um navio a Portugal com a nova da descoberta e seguiu para a Índia, chegando a Calecute a 13 de Setembro de 1500. 

Vários barcos se perderam, entre eles o de Bartolomeu Dias, que naufragou perto do Cabo da Boa Esperança, que ele próprio dobrara anos antes pela primeira vez. 

Depois de cumprir a sua missão no Oriente, Pedro Álvares Cabral regressou em 1501 e foi fixar-se nos seus domínios, na zona de Santarém, onde acabaria por falecer em 1520.

Pedro Álvares Cabral. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013.



Carta de Pero Vaz de Caminha ao rei D. Manuel I
comunicando o descobrimento da Ilha de Vera Cruz
A Carta de Pero Vaz de Caminha foi escrita a D. Manuel I em 1500, por altura da "descoberta" do Brasil pelo navegador Pedro Álvares Cabral. 

Este é um documento essencial e curiosíssimo de um momento supremo da História e da cultura portuguesas, e, como tal, um paradigma da literatura de viagens do Renascimento e da cultura nova, de base experimental e tendência crítica, na qual, segundo Jaime Cortesão, está contido o «fermento crítico» responsável pelo espírito filosófico do século XVIII.

Trata-se de uma verdadeira carta-narrativa, na qual são descritos a geografia, a fauna, a flora do Brasil, a aparência e a psicologia dos nativos, os métodos e experiências de contacto dos portugueses e as reações mútuas, obviamente a partir de uma perspetiva etnocêntrica que estuda a nova terra e a população com o objetivo de colher algum proveito:

 "[Nesta terra] não pudemos saber que haja ouro, nem prata, nem coisa alguma de metal ou ferro, nem lho vimos. A terra, porém, em si é de muito bons ares [...]. Mas o melhor fruto que dela se pode tirar me parece que será salvar esta gente."

A própria «salvação» religiosa da população nativa é capitalizável, na medida em que os portugueses acalentavam então a noção de que a grandiosidade dos seus empreendimentos derivaria do facto de os feitos da sua História se relacionarem com a expansão da fé cristã, e portanto beneficiarem sempre da proteção de Deus. 

É a mesma conceção providencialista da História portuguesa que encontramos em Os Lusíadas. A expansão era encarada, não só como o alargamento da civilização e da cultura em que o Homem de então mais perfeitamente realizava as suas potencialidades - a portuguesa -, mas também Deus mais dilatava no mundo a sua lei. 

Numa perspetiva humanista e neoplatónica, portanto, era através da expansão portuguesa que o Homem se aproximava cada vez mais do estatuto divino, o qual, aliás, se cumpre metaforicamente nos cantos finais de Os Lusíadas.

Deste modo, a Carta do Achamento do Brasil é um documento fundamental para a compreensão do Renascimento português, logo, também da História do mundo.

Carta do Achamento do Brasil. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. 
Wikipedia (Imagens)

Fonte: Compartilhado de Estórias da História



AL tem carência de pesquisadores, diz ONU


"Terrorismo Econômico"


sexta-feira, 21 de abril de 2017

Grupo de Paranistas ofende torcedores de time do Nordeste

"...Por meio da assessoria de imprensa, o Paraná afirma que o episódio se tratou de “um caso isolado”, restrito a uma pequena parcela dos mais de 7.000 torcedores que compareceram à Vila Capanema, como é conhecido seu estádio..."






Prisão de Assange é prioridade, diz Departamento de Estado dos EUA

Julian Assange está refugiado na
embaixada do Equador em Londres desde 2012

WikiLeaks: Prisão de Assange é 'prioridade' para EUA, diz procurador. 


Jeff Sessions afirma que os esforços serão intensificados para prender Julian Assange, fundador do WikiLeaks.

A prisão do fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, é uma "prioridade" para os Estados Unidos, afirmou o procurador-geral Jeff Sessions nessa quinta-feira (20), enquanto a imprensa americana afirma que seu gabinete prepara acusações contra o australiano. 

"Vamos intensificar nossos esforços e já estamos redobrando nossos esforços sobre todos estes vazamentos", disse Sessions em entrevista coletiva respondendo a uma pergunta sobre planos para deter Assange.




O chefe do departamento de Justiça disse que há uma explosão de vazamentos de informações sensíveis sem precedentes. "É um assunto que vai além de tudo o que se sabia. Temos profissionais que estão trabalhando em temas de segurança nos Estados Unidos durante anos que estão chocados com o número de vazamentos, alguns dos quais são muito sérios"."Mesmo que se defendam, vamos tratar de colocar algumas pessoas na prisão", afirmou Sessions.

Acusações já foram redigidas, afirma o Washington Post

Segundo o jornal Washington Post, os promotores redigiram nas últimas semanas acusações contra Assange e outros membros do WikiLeaks, que devem incluir complô, roubo de bens do estado e violação da lei de espionagem. Assange, 45 anos, está refugiado na embaixada do Equador em Londres desde 2012, para escapar de um mandado de prisão emitido pela Suécia por um suposto estupro.

Fonte: AFP / JC - Foto:  EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA